Laudas Críticas

Moratória da soja é necessária, mas falta ‘olho vivo’

Foi importante a prorrogação do acordo que vem sendo renovado anualmente desde 2006 para proibir o comércio de soja cultivada em áreas desmatadas da Amazônia, mas os dados apresentados na cerimônia da nova assinatura nesta terça-feira (25.nov) mostram que essa iniciativa precisa ser aplicada com mais rigor.

O relatório do sétimo ano do Mapeamento e Monitoramento do Plantio de Soja no Bioma Amazônia mostra que na produção da safra de 2013-2014 foram identificados 47.028 hectares de área de floresta desmatada após 2008. Isso corresponde a um aumento de 61% em relação aos 29.295 hectares detectados no período anterior.

Mais informações em meu blog na Folha de S. Paulo.

Written by Mauricio Tuffani

quarta-feira, 26/11/2014 às 7:45

%d blogueiros gostam disto: