Laudas Críticas

Impactos ambientais e oportunidades de pesquisa

Pesquisadores da USP e do Instituto de Botânica recolhem amostras de troncos de árvores em área de Mata Atlântica, na serra da Cantareira, para calcular armazenamento de carbono. Imagem: Moacyr Lopes Júnior/FolhaPress, 25.set.2014

Pesquisadores da USP de Piracicaba e do Instituto de Botânica recolhem amostras de troncos de árvores em área de Mata Atlântica, na serra da Cantareira, para calcular armazenamento de carbono. Imagem: Moacyr Lopes Junior/Folhapress, 25.set.2014

A reportagem “Pesquisa mede carbono em árvores de área do Rodoanel”, que publiquei hoje na Folha, mostrou uma oportunidade devidamente aproveitada pelo Instituto de Botânica do Estado de São Paulo a partir da autorização, para as obras desse projeto, de desmatamento em áreas de Mata Atlântica, na região noroeste da capital paulista: realizar pesquisas que só poderiam ser desenvolvidas por meio de corte das árvores.

Aproveito para mostrar aqui no blog informações complementares sobre essa história, que apurei com o repórter fotográfico Moacyr Lopes Junior no dia 25 de setembro, em uma área e floresta em estágio de regeneração na serra da Cantareira, localizada no Jardim Damasceno, perto de Perús.

Mais informações em meu blog na Folha de S. Paulo.

Anúncios

Written by Mauricio Tuffani

quinta-feira, 02/10/2014 às 10:19

%d blogueiros gostam disto: