Laudas Críticas

Cientistas criticam impacto de barragem em São Paulo

Imagem: Michel Metran/Gaema PCJ

Imagem: Michel Metran/Gaema PCJ

Um grupo de pesquisadores da USP, da Unesp e da Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba) apontou falhas no estudo de impacto ambiental da ampliação em 45 quilômetros da hidrovia Tietê-Paraná, no Estado de São Paulo. Segundo eles, se a barragem que ampliará a navegação do rio Piracicaba for construída, o alagamento previsto de 6.770 hectares poderá provocar inundações em áreas urbanas, eliminará remanescentes de mata atlântica e cobrirá uma área de 3,3 mil hectares conhecida como “pantanal paulista”, onde vivem 283 espécies animais, entre elas 28 ameaçadas de extinção e 17 aves migratórias.

Para ler minha reportagem na Folha de S. Paulo, clique aqui.

Written by Mauricio Tuffani

sábado, 02/08/2014 às 10:08

%d blogueiros gostam disto: