Laudas Críticas

Os buracos no projeto da profissão de historiador

enador Paulo Paim (PT-RS), autor da proposta de lei de regulamentação da profissão de historiador, que desde novembro de 2012 passou a tramitar na Câmara dos Deputados. (Imagem: Agência Senado)

Senador Paulo Paim (PT-RS), autor da proposta de lei de regulamentação da profissão de historiador, que desde novembro de 2012 passou a tramitar na Câmara dos Deputados. (Imagem: Agência Senado)

Uma verificação de quórum impediu na quarta-feira (7.mai) a aprovação da nova versão da proposta de regulamentação da profissão de historiador pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados. Criticado por estudiosos e associações de pesquisa e retirado do plenário da Câmara após dez inclusões em regime de urgência, o projeto de lei 4.699/2012 acabou retornando em setembro do ano passado às comissões para receber emendas. Mas se tivesse sido aprovada com a redação apresentada ontem à CCJC, a iniciativa teria retornado ao plenário sem definir a instância em que deve ser feito o registro profissional que se pretende estabelecer.

Leia o post completo em meu blog no site da Folha de S. Paulo.

Anúncios

Written by Mauricio Tuffani

sexta-feira, 09/05/2014 às 8:56

%d blogueiros gostam disto: